News

Fitas, bordados e retalhos mineiros enriquecem o trabalho de Isabel Santta Cecília

 ©Carneiro Santta Cecilia, Maria Isabel / AUTVIS - Obra:l Florista (2006) / Foto: Edinho Erizawa

 

 

 

Cores vibrantes, formas geométricas e padrões de estamparias. São esses os elementos que saltam aos olhos ao admirar as telas de Isabel Santta Cecília.
A artista plástica, nascida em Uberaba, Minas Gerais, traz em suas obras os bordados, os retalhos, as fitinhas e os papéis típicos de sua cidade natal. Autodidata, Isabel se inspira tanto nas cores e formas de Gustav Klimt e do pintor representado pela AUTVIS, Henri Matisse, quanto na tradição folclórica mineira. “Eu me guio pelo cotidiano, pelos detalhes, pelo dia a dia de culturas ricas em cores e informações”, afirma.


A artista, de 59 anos, diz que sempre foi artesã e suas telas partem do universo dos trabalhos manuais. “O meu maior mestre sempre foi a minha experiência pessoal”, conta. Profissionalmente, pinta há mais de 15 anos. Suas telas são compostas por uma técnica diferenciada: tinta acrílica, colagens de papel, tecidos e retalhos.


A pintora, associada à AUTVIS, vê na entidade uma forma confiável para licenciar seu trabalho. Antes, ela já havia recebido vários pedidos para o uso das imagens, mas se sentia insegura sobre o assunto. “Meu relacionamento com a associação está apenas começando e eu tenho certeza que aprenderei muito com ela”, afirma.

 

VEJA MAIS OBRAS DA ARTISTA AQUI NA GALERIA DA AUTVIS

Autor: Linhas Comunicação

REDES SOCIAIS AUTVIS
 

Agenda

São Paulo

Olá Maurício !

18/07 a 15/12/2020 - Centro Cultural FIESP

Saiba Mais