News

Os dois lados da mesma arte

 © MADEIRA, Fernando / AUTVIS, 2014
Beijo (2013)

 

 

Uma exposição viva, onde não existe a possibilidade do erro. Se fazer arte usando muros e telas já é um desafio, utilizar a pele para expressá-la é um dom para poucos. Fenando Madeira, tatuador e artista plástico filiado à AUTVIS, é um dos que trouxeram do berço a habilidade para transformar o corpo das pessoas e a cara das cidades.

 

O interesse pelo desenho e suas infinitas possibilidades de traços surgiu ainda na infância, inspirado pela família. “Meu pai, minha avó e meu tio são pessoas que dominam muito as artes manuais. Com isso, venho não só desenvolvendo meu trabalho, mas me inspirando neles como pessoas e artistas”, conta. Dando seus primeiros passos nas artes plásticas, o contato com o mundo das cores explodiu quando Madeira começou a tatuar, ainda na adolescência.

 

“No começo foi difícil unir as duas artes, mas hoje tattoo e grafite estão mais perto um do outro. A cada dia consigo juntar mais as duas coisas para que, num futuro próximo, seja uma arte só”, diz. “As técnicas de ambas são as mesmas, porém os materiais são diferentes, mas no fundo é uma coisa só. É como desenhar com algum programa de computador ou aplicativo de celular e com lápis e papel real. O que muda é a visão que o artista tem, pois os materiais são uma questão de coordenação, pelo menos para mim”, explica Fernando.

 

Nos corpos ou nas paredes, a habilidade do artista é indiscutível. Com cores sempre vibrantes, ele conta que usa os trabalhos para fazer as pessoas sorrirem. “Gosto de transmitir alegria e me inspiro em tudo o que me faz ficar feliz”. Para alcançar esse objetivo, diz que não se prende em materiais e usa desde o simples lápis até o spray, inovando a cada obra. “Eu faço até coisas com betume ou cola. Acredito muito no ‘simplesmente faça’ e gosto de descobrir novos materiais e novas formas de fazer meus trabalhos. Aquarelas e formas tradicionais, como spray e acrílicos são bem vindas, mas gosto de me reinventar a cada dia”, afirma.

 

 

©MADEIRA, Fernando / AUTVIS, 2014
Full Color Bird (2013)

 

 

 

Do Brasil a Londres

 

Influenciado por tudo que vê e vive, Fernando Madeira tem uma extensa lista de artistas que o inspiram. Nomes como Basquiat, Picasso, Dalí (representados pela AUTVIS), Paul Klee, Bansky, Os Gemeos e Guy Aitchison ficaram orgulhosos do pupilo que já levou suas obras para expor em Londres. “Me convidaram por meio dos meus trabalhos divulgados na internet. Fiquei muito feliz e foi muito agradável estar lá. Minha arte foi muito bem aceita e bem vista. Vendi todos os meus trabalhos e ainda tive o prazer de estar no meio de diversos artistas importantes”, lembra.

 

Aliás, expor suas obras em lugares fechados, ou simplesmente criá-las em espaços como casas e escritórios têm dado o tom para o trabalho de Fernando Madeira, que garante não ter um espaço favorito na hora de aplicar sua arte. “Gosto de estar nas ruas e em locais fechados. Na primeira, sempre há mais liberdade (com autorização prévia dos donos ou prefeitura), porém estou com muitos trabalhos em espaços privados. Tenho atuado mais nessa linha, além das tatuagens”.

 

No entanto, o campineiro confessa que, dentre todas as suas obras, a favorita está justamente nas ruas. “O mais especial para mim foi feito para o dia dos namorados, pelo fato de ter ficado lá onde esta até hoje. Ele representa o beijo doce, independente de sexo ou raça. As pessoas sempre me mandam mensagem ou falam que aquele trabalho alegra a vida delas. Então, se alegra a vida deles, alegra a minha também, e a minha arte está completa”.

 

Sobre a importância da AUTVIS, o artista é direto: “Me sinto mais seguro para deixar meus trabalhos para a população. Sei que me filiar não impede ninguém de usar minhas imagens, mas sinto que faço parte de uma família que se preocupa conosco como se fossemos seus filhos”, finaliza.

 

 

PARA VER OUTRAS OBRAS DE FERNANDO MADEIRA, CLIQUE AQUI.
 

 

 

© MADEIRA, Fernando / AUTVIS, 2014
Sem espaço (2011)

 

 

 

Autor: Linhas Comunicação

REDES SOCIAIS AUTVIS
 

Agenda

São Paulo

Olá Maurício !

18/07 a 15/12/2020 - Centro Cultural FIESP

Saiba Mais