News

LIGIA FERNANDES - Contando histórias sem palavras

©LIGIA FERNANDES / AUTVIS, 2015
Foto-Censura, uma performance digital. Maio 2014

 


 

Com uma carreira precoce, que teve início nos seus 15 anos, a fotógrafa Ligia Fernandes, filiada da AUTVIS, descreve a fotografia como a “representação de tudo o que quero falar e não consigo com palavras”. A artista mescla música, dança, teatro e performance em seus trabalhos, usando seu olhar como conexão entre esses universos, além de fazer interferências nas próprias fotos, como colagem e sobreposição de imagens.

 

“Gosto de produzir trabalhos questionadores”, resume a fotógrafa. Nesse contexto estão incluídos projetos como Ser-Urbano e Foto-Censura. A primeira traz uma interpretação que dramatiza essa relação com o espaço urbano, e a segunda, uma performance digital em que faz um manifesto contra a censura seletiva. “Os dois projetos são muito mais próximos que divergentes, tanto um quanto o outro abordam temáticas políticas. A única diferença é que enquanto Ser-Urbano visa abraçar o mundo e encher a vida de cores e poesia, o Foto-Censura já não enxerga mais isso: é um projeto que enxerga um mundo quase sem esperanças”, resume Ligia.

 

© LIGIA FERNANDES / AUTVIS,2015
projeto Ser-Urbano. 2013-2014

 

 

A fotógrafa conta que sua fotografia não segue uma linearidade, no entanto, sofre uma mudança no campo de visão. “O olhar é, na verdade, a assinatura de um fotógrafo, mas isso não o impede de fotografar diversas temáticas, pois a vida passa, a experiência cresce e a memória aumenta. Tudo isso é bagagem no nosso acervo de possíveis fotografias”.

 

 

Ligia conta que seu processo de criação começa sempre com a decisão de um tema, e logo em seguida, se envereda pela busca de referências. “O segundo passo é mais prático. Amo a rua, adoro bater perna por aí, então tenho um acervo bem grande de possíveis locações. Esses locais sempre têm uma justificativa, um conceito por trás. Não são apenas fotogênicos, mas devem agregar ao tema do projeto”. Em seguida, vem a escolha dos modelos que vão participar de cada projeto.

 

©LIGIA FERNANDES / AUTVIS, 2015

 

 

Atualmente, Ligia tem um canal no Youtube (https://www.youtube.com/user/ligia1491518), voltado para a nova geração de fotógrafos que surgiu com a popularização de celulares e aplicativos usados para a fotografia. Neste canal ela dá dicas e faz análises de fotos tiradas não somente por ela. Ligia é fissurada pelo aplicativo Instagram e faz dele um exercício diário deixando a câmera convencional ser um instrumento para os trabalhos mais formais.

 

 

Dentro do universo da fotografia digital, a fotógrafa acredita ser ainda mais importante se preocupar com o Direito Autoral das obras. “Isso é uma dor de cabeça para todo artista, e a AUTVIS está aí justamente para nos aliviar. Acho essencial esse contato, para podermos trabalhar com mais tranquilidade”, finaliza.
 

 

VEJA MAIS OBRAS DA ARTISTA EM SUA GALERIA DA AUTVIS - Clique aqui.



PARA REPRODUZIR OBRAS DE LIGIA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO - Clique aqui.

 

©LIGIA FERNANDES / AUTVIS, 2015

 

 

CURTA PÁGINA DA AUTVIS DO FACEBOOK - CLIQUE AQUI.

REDES SOCIAIS AUTVIS
 

Agenda

São Paulo

Olá Maurício !

18/07 a 15/12/2020 - Centro Cultural FIESP

Saiba Mais