News

Cirton Genaro

© GERNARO, CIRTON / AUTVIS, 2015
Mural Unesp - Uma breve história do homem

 

 

Com uma visão crítica da sociedade, o artista filiado da AUTVIS, Cirton Gernaro une interpretações históricas e sociais em suas criações.

 

No prédio mais antigo da Universidade Estadual Paulista, Unesp, escondido em meio ao acervo da instituição, existia um mural, pintado por Cirton Genaro, artista de Martinópolis e ex-aluno do curso de Ciências Sociais. A obra instigante foi baseada em princípios da Op-Art, e idealizada em nanquim e pincel atômico. Restaurada recentemente pelo próprio artista, o mural ficou escondido durante os anos de Ditadura, por ser considerada muito subversiva.

 

O mural traz as impressões de Cirton, aos 24 anos, sobre as diversas facetas assumidas pelo ser humano ao longo da história, levando em conta todos os avanços tecnológicos, até chegar ao homem contemporâneo. Muito conhecimento, pouca maturidade cognitiva. O mural recebeu o nome de “Uma breve história do homem”. “O mural tem uma importância maior hoje. Ele foi censurado e ficou escondido durante a Ditadura, então não serviu ao seu papel de gerar um debate, uma discussão sobre o tema. Hoje, a universidade decidiu democratizar o espaço em que ele se encontra”, comentou o artista.

 

© GERNARO, CIRTON / AUTVIS, 2015
Equilíbrio

 

 

Cirton pinta desde os 15 anos, aos 18, entrou para a faculdade de Ciências Sociais da Unesp. “Esse curso desenvolveu uma percepção e consciência social em mim. Minha arte se tornou mais crítica e começou a se conectar com temas mais complexos, ampliando meu campo de visão”, comenta o artista que já levou suas obras para a Europa, diversas exposições pelo Brasil e teve suas criações publicadas várias revistas.

 

© GERNARO, CIRTON / AUTVIS, 2015
Engole Sapo

 

Em sua pintura, o artista aborda as múltiplas interpretações da história, refletindo sobre dilemas de amplitude universal, físicos, econômicos, culturais e sociais. “A liberdade de expressão é algo muito importante para mim, e hoje, com meu trabalho na APAP (Associação Profissional de Artistas Plásticos de São Paulo), e a parceria com a AUTVIS podemos trabalhar na manutenção desse direito dentro das artes plásticas”.

 

Para 2016, Cirton espera conseguir espaço para facilitar uma exposição. ”Tenho trabalhado em uma série sobre ‘Mulheres’. São mais de 50 quadros, então espero conseguir fazer uma exposição solo com eles”, finaliza.

 

PARA REPRODUZIR OBRAS DO CIRTON, ENTRE EM CONTATO CONOSCO .
 

VEJA MAIS OBRAS DA ARTISTA EM SUA GALERIA DA AUTVIS .

CURTA PÁGINA DA AUTVIS DO FACEBOOK .

 

© GERNARO, CIRTON / AUTVIS, 2015
Ana Eugenia

Autor: Nova RS - Bárbara Medeiros

REDES SOCIAIS AUTVIS
 

Agenda

São Paulo

Olá Maurício !

18/07 a 15/12/2020 - Centro Cultural FIESP

Saiba Mais