News

ALESSANDRA BUFE

© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2016
Parque Ibirapuera

 


A artista Alessandra Bufe, que é filiada da AUTVIS, formada em desenho industrial pelo Centro Universitário Belas Artes e em artes plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), ambas em São Paulo, já trabalhou nas áreas de design, arte digital, fotografia e manipulação de imagens. Ela é conhecida por criar obras de arte usando diferentes métodos. “Gravar, pintar, desenhar, esculpir e fotografar são minhas maneiras de me expressar na arte. Ela é minha companheira, paixão, motivação e realização”, explica.

 

Para mostrar um pouco mais sobre sua obra, a artista concedeu a seguinte entrevista à AUTVIS.

  

AUTVIS: Quando você percebeu que queria seguir uma carreira artística?

 

Alessandra Bufe: Desde criança, o desenho, a pintura e a fotografia fazem parte de minha vida. Na época do vestibular, estava em dúvida entre desenho industrial e artes plásticas. Acabei me formando nos dois. Durante anos, trabalhei com design, mas nunca deixei de pintar e desenhar. Mais tarde, na época em que retomei minhas gravuras, o design já não tinha mais tanto espaço. A arte mais livre era então de importância maior.

 

© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2016
Gravura Grupo - Série Linhas



 

AUTVIS: Você expôs a instalação “Passageiros” no SOAL – 4º Salão de Outono América Latina. Qual foi a importância disso?

 

Alessandra Bufe: Naturalmente, foi uma honra ter meu trabalho numa das mais importantes exposições de arte internacionais da América Latina. A mostra reuniu um público de mais de 11 mil visitantes, junto a artistas de diferentes nacionalidades e com curadoria impecável.




© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2016
Instalação Passageiros 2016
 

 

AUTVIS: Do que se trata a instalação “Passageiros”?

 

Alessandra Bufe: Iniciada em fevereiro de 2015 e finalizada em janeiro de 2016, a obra “Passageiros” é composta pela união de 288 retratos costurados uns aos outros com linha de costura preta sobre um véu branco, criando a forma de um busto da figura humana. Os desenhos foram realizados durante o ano de 2015, utilizando técnicas variadas como canetinha, bico de pena, lápis, crayon, carvão, aquarela, esferográfica e pastel seco. Os retratos foram produzidos a partir da observação direta em ambientes públicos, principalmente durante as viagens que fiz pelas linhas de metrô e ônibus metropolitanos.

 

© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2016
O cobrador
 

 

AUTVIS: Qual é o conceito dessa obra?

 

Alessandra Bufe: O conceito da obra é “Somos todos passageiros”. E passamos...Passamos por passageiros. As diferenças são aparentes e as semelhanças são estruturais. Mesmo que apenas pelo instante de um olhar, as linhas se cruzam e costuram nossas histórias.

Nas grandes metrópoles, passam pelos nossos olhos um número incalculável de pessoas. No ônibus, no metrô, na padaria, no bar... Conhecidos, estranhos e estranhos conhecidos, todos passando. Mas um simples olhar, o reconhecimento do outro, nos fornece a identidade a partir da qual nos reconhecemos como indivíduos. Indivíduos apressados em passar. Quantos rostos, expressões e singularidades podemos encontrar? No registro, feito em formato semelhante aos documentos de identificação com variadas técnicas de desenho, procuro captar um pouco desta singularidade efêmera que encontramos nas passagens de nossa existência. Todos somos únicos ao mesmo tempo em que todos somos apenas um. Dentro da multidão de pessoas desconhecidas somos apenas mais uma peça semelhante. Um igual que acredita ser diferente. Uma peça costurada a outras e mais outras e mais...

 

 

  

AUTVIS: Você também cria esculturas. Existe alguma história por trás das obras “Árvore” e “Ciclo”?

 

Alessandra Bufe: Ambas estão localizadas no Cemitério Memorial Parque das Cerejeiras. A escultura "Árvore" representa a vida. Seu projeto foi desenvolvido a partir de pinturas de árvores, pintadas a dedo, transformadas em um negativo, uma renda, vazada e leve, apesar do material pesado, que é o aço. Esses vazados projetam sombras no gramado de acordo com a posição do sol, criando imagens que podem ser apreciadas pelos visitantes do cemitério. A escultura "Ciclo", instalada sobre um espelho d’água, foi feita a partir dos retalhos das peças vazadas da escultura "Árvore". Sua estrutura, soldada na forma da espiral de Fibonacci, sugere o movimento infinito, o nascimento, a purificação e a passagem para uma nova vida.
 

 
© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2015
Árvore

 


AUTVIS: Sobre a obra “Não”, você poderia comentar um pouco sobre ela?

 

Alessandra Bufe: Não posso (risos). É uma monotipia de 2010. Algumas obras, tão íntimas como essa, são como uma espécie de trabalho de cura para algum problema que estou enfrentando. Ele foi solucionado e esquecido.

 

© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2015
Não

 

 

AUTVIS: Você cria arte por meio de diferentes métodos. Tem algum preferido?

 

Alessandra Bufe: O preferido é o que escolhi naquele momento. Estou sempre alternando, conhecendo novos e retomando outros. Não consigo escolher apenas um dentre tantos que me fascinam.

 

 

AUTVIS: Como é o seu processo criativo?

 

Alessandra Bufe: Não existe um padrão. Pode acontecer a partir de uma simples mancha que me encaminha a um trabalho ou uma ideia que tenho e acabo desenvolvendo um projeto longo e detalhado. Também pode ser uma fotografia que tirei e que me inspirou a pintar ou um sentimento, tão forte que se fez necessário materializar.

 

 
 

AUTVIS: Qual a importância da proteção os direitos autorais para você e qual a sua relação com a AUTVIS?

 

Alessandra Bufe: Conheci a AUTVIS recentemente, durante o Encontro dos Artistas no 4º Salão de Outono América Latina. Me sinto honrada e tranquila sabendo que a associação me representa e administra os direitos autorais de minhas obras.

 

 

PARA REPRODUZIR OBRAS DA ARTISTA, ENTRE EM CONTATO CONOSCO .

VEJA MAIS DE SUAS OBRAS AQUI NA GALERIA DA AUTVIS .
 

CURTA PÁGINA DA AUTVIS DO FACEBOOK .

 

Saiba mais sobre o DIREITO DE SEQUÊNCIA.  

 

 

© BUFE, ALESSANDRA / AUTVIS, 2016
Guarapiranga

Autor: Beatriz Vaccari - Agência Entre Aspas

REDES SOCIAIS AUTVIS
 

Agenda

São Paulo

Olá Maurício !

18/07 a 15/12/2020 - Centro Cultural FIESP

Saiba Mais