News

Italianos pretendem exumar corpo de Da Vinci

A teoria já tem vindo a ganhar força e agora investigadores italianos querem mesmo exumar o corpo de Leonardo Da Vinci para reconstruir o rosto do artista e confrontar a possibilidade de o famoso quadro Mona Lisa ser o seu auto-retrato, segundo avançou a BBC.

A hipótese começou a surgir quando se fizera uma sobreposição de um retrato oficial do pintor com o quadro que se encontra actualmente no Louvres. A identidade de La Gioconda sempre foi um mistério e as teorias mais comuns são as de que a Mona Lisa seria a mãe do esteta ou a mulher de um mercador de Florença. Apesar de cépticos, os cientistas querem investigar.

Os cientistas do Comité Nacional para a Valorização dos Bens Históricos, Culturais e Ambientais da Itália pretendem exumar as ossadas e, a partir da face, reconstruir a cabeça para depois estabelecer a comparação.

Da Vinci morreu em 1519, aos 67 anos, e acredita-se que foi enterrado no castelo de Amboise, no vale do Loire, em França. O local foi alvo de vários saques ao longo dos séculos, mas não há certeza de que a sepultura seja mesmo a dele e, por isso, os herdeiros do castelo nunca incluíram a informação nos panfletos turísticos.

Portanto, a primeira etapa será encontrar os restos mortais do também matemático e provar que lhe pertencem para depois extrair o DNA que será compardo com o de alguém que tenha tido algum grau de parentesco com ele. Entretanto, os investigadores já encontraram um pintor que se verificou ser descendente do lado paterno de Leonardo da Vinci, enterrado em Bolonha, nos finais do século XV.

A reconstrução do crânio também poderá dar algum trabalho aos cientistas já que poderá estar fragmentado. A equipa usará sistemas virtuais e métodos de morfologia para recompor as partes que faltam. A partir daí, a face será restaurada em computador e depois modelada em plástico.

Fonte: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=39092&op=all

Autor: Portal Ciência Hoje

REDES SOCIAIS AUTVIS
 

Agenda

São Paulo

Olá Maurício !

18/07 a 15/12/2020 - Centro Cultural FIESP

Saiba Mais